Home / Notícias / Astec na primeira assembléia do Simpa

Astec na primeira assembléia do Simpa

Mil servidores se concentram na praça, Fazem caminhada até o Paço Municipal E protestam diante da Prefeitura

 

Nem as dívidas que montam a um milhão de reais, nem o confisco online determinado pela Justiça do Trabalho para saldar dívidas trabalhistas constituídas pela gestão anterior conseguiram esfriar o ânimo dos cerca de mil municipários unificados, presentes na assembléia do Simpa. A tarde ensolarada da quinta-feira, 6/7, serviu para reiterar a Pauta Unificada de Reivindicações 2006: a categoria aprova os 2,09% propostos pelo governo e mantém a luta pelos 16,48% das perdas acumuladas e a participação em um grupo de trabalho para discussão do plano de carreira. Foram recusados o vale-alimentação a R$ 9,00 com redução do vale extra para o operariado e a progressão funcional por cotas. O calendário para a eleição dos Cores (Conselhos de Representantes) foi votado com as seguintes datas: 17 a 28/7 – inscrições dos candidatos 31/7 a 8/8 – divulgação dos candidatos 10 a 18/8 – votação Podem concorrer todos os que se associarem ao Simpa até 8/7. Já para estar apto a votar no processo de escolha dos representantes, o prazo para associação termina em 23/7. Os participantes também decidiram a realização de um ato público de protesto no próximo dia 24/7 contra o desmonte do DMLU. Nesse dia será realizada a licitação que deverá privatizar boa parte dos serviços prestados pelo órgão. Ainda não estão definidos o horário e o local. A finalização da assembléia foi marcada por uma caminhada, desde o Largo Zumbi dos Palmares até o Paço Municipal, onde aproximadamente quatrocentos servidores fizeram muito barulho, gritando palavras de ordem e apitando. Essa foi a forma de sinalizar à Administração a resposta da categoria que retoma suas condições de mobilização através do Simpa. Em seu pronunciamento, o presidente da Astec, destacou que “os municipários não estão se unificando através do Simpa para lutar por um percentual de reposição, mas pela manutenção dos direitos já adquiridos que estão sendo ameaçados a todo o momento, em todas as esferas governamentais”. Eros Miguel lembrou, ainda, que, embora o discurso da Administração seja de valorização do servidor, a realidade percebida no dia-a-dia de trabalho é outra. A principal palavra para a categoria neste momento é UNIFICAÇÃO. Por isso, é importante participar da luta sindical, através das nossas entidades. AGENDE-SE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DA ASTEC DATA: 13/07/2006 – quinta-feira HORÁRIO: 18h (1ª chamada) 18h30min (2ª chamada) LOCAL: Sede da Astec – Rua Barão do Triunfo, 419 / conj. 304 – B. Menino Deus PAUTA: 1) Relatório e prestação de contas da Diretoria Executiva 2) Assuntos Gerais AGENDE-SE! SUA PARTICIPAÇÃO É INDISPENSÁVEL Valorize sua entidade: visite www.astecpmpa.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *