Home / Notícias / LICITAÇÃO DMLU

LICITAÇÃO DMLU

ATO PÚBLICO MARCA PROTESTO MESMO COM ADIAMENTO E CHUVA

 

Nem a chuva, nem a divulgação pela imprensa do adiamento da licitação para privatização nos serviços do DMLU impediram os municipários de marcar sua posição de protesto. A expectativa da categoria é de que as dúvidas do Tribunal de Contas do Estado, do Ministério Público e da Polícia Civil terminem por resultar no cancelamento do processo que, se efetivado, vai onerar em R$ 305 milhões os cofres públicos, elevando de R$ 53,00 para R$ 71,00 a tonelada de lixo recolhido, ampliando de 15 para 25 o número de serviços prestados por empresas contratadas, em vez de utilizar a mão-de-obra dos próprios servidores do DMLU, que está disponível e sendo jogada à ociosidade. “O adiamento já é um indício de que o governo reconhece que há problemas e que o cancelamento é uma possibilidade”, interpreta Carmen Padilha, presidente do Simpa. O próximo passo do Sindicato dos Municipários será a distribuição de um panfleto para esclarecer à população os pontos negativos da pretendida privatização dos serviços públicos. A data ainda não está marcada. Também é aguardada para essa terça, 25/07, o retorno de Ação Popular, encaminhada pelo vereador Carlos Todeschini, do PT, através da qual, em despacho de diligência, o juiz dá prazo até essa terça-feira para que o DMLU responda uma série de questionamentos. Valorize sua entidade: mantenha-se mobilizado e participativo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *