Home / Notícias / Greve termina após 16 dias e municipários permanecem mobilizados

Greve termina após 16 dias e municipários permanecem mobilizados

Fotos: Anna De Carli/CarliCom
Fotos: Anna De Carli/CarliCom

Após 16 dia de greve, os servidores deliberaram por encerrar a greve e permanecer mobilizados. A decisão foi tomada em assembleia geral da quinta-feira, 30 de junho, na Casa do Gaúcho, Centro de Eventos do Parque Harmonia.

O diretor de Relações Trabalhistas e Sindicais da Astec, Adroaldo Corrêa defendeu a necessidade de os municipários se manterem organizados e mobilizados em seus locais de trabalho, em defesa da Pauta Unificada de Reivindicações.
O diretor de Relações Trabalhistas e Sindicais da Astec, Adroaldo Corrêa defendeu a necessidade de os municipários permanecerem organizados e mobilizados em seus locais de trabalho, em defesa da Pauta Unificada de Reivindicações.

Ontem, após reunião da direção do Simpa e comando de negociação da greve com o prefeito, José Fortunati, juntamente com representantes das centrais sindicais e vereadores, foi encaminhado documento onde o governo assume o compromisso de garantir a compensação dos dias parados e o ressarcimento dos dias descontados, juntamente com parcela de 1,2% de reajuste retroativo a maio, em folha suplementar. Anunciou, ainda, que, se houver melhoria na receita da Prefeitura, ele antecipará a parcela de janeiro de 2017 para dezembro de 2016.

De forma unilateral, o prefeito irá repor a inflação de forma parcelada (1,2% retroativos a maio; 2% em outubro; 4,2% em dezembro; e 1,6% em janeiro). No vale-alimentação haverá somente a reposição do índice de 9,28% referente à inflação, passando o valor para R$ 20,22. Outros itens da pauta econômica, que estavam acordados antes da greve, também serão mantidos, como a imediata publicação e pagamento das progressões 2010/2012, incluindo um cronograma de pagamento para o passivo e as perdas do período. Logo após será lançado o edital das progressões 2013/2014.

_DSC7518 (Cópia)

MOBILIZAÇÃO

Na parte da manhã, os municipários se uniram aos professores do 14º, 20º, 34º, 38º e 39º Núcleos do CPERS Sindicato e estudantes do Movimento Secundarista do RS, e foram em passeata pelas ruas do Centro Histórico, até o Palácio Piratini. No percurso, denunciaram à população os ataques aos direitos dos servidores e o desmonte do serviço público em curso no Brasil, nas esferas municipal, estadual e federal.

A professora Lizandreia de Moraes, da pré- escola, complementa a renda vendendo cosméticos para custear os estudos de qualificação profissional. "Só com o salário está cada vez mais difícil", explica.
A professora Lizandreia de Moraes, da pré- escola, complementa a renda vendendo cosméticos para custear os estudos de qualificação profissional. “Só com o salário está cada vez mais difícil”, explica.

_DSC7494 (Cópia)

_DSC7497 (Cópia)

_DSC7518 (Cópia)

_DSC7499 (Cópia)

ASSOCIATIVISMO FORTE SE FAZ COM UNIDADE E AÇÃO

ASTEC – DIRETORIA EXECUTIVA 2015/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *