Home / BANNER / “Não há rombo da previdência!”

“Não há rombo da previdência!”

A estratégia do prefeito Nelson Marchezan e de seu secretário, Leonardo Busatto, continua sendo a de criar e vender uma situação de “terra arrasada”, tentando justificar a incapacidade de gestão da atual administração e a falta de projetos para a cidade. O secretário da Fazenda utilizou, de forma inapropriada, a página do Previmpa no site da prefeitura, para divulgar a versão de que a “Previdência Municipal teve um déficit de R$ 779 milhões, em 2017”, alegando que “o risco para a sustentabilidade do sistema previdenciário municipal tem se agravado ano a ano”. Ocorre que o secretário, mais uma vez, omite o fato de que, até a implantação da contribuição previdenciária, no regime de repartição simples, as aposentadorias vinculadas ao RPPS deveriam ser bancadas integralmente pela prefeitura, mas após a implantação da contribuição dos servidores, em 2001, restou como responsabilidade do município arcar apenas com os valores necessários para complementar as aposentadorias. Assim, não há que se falar em “rombo da previdência”, visto que as despesas com a previdência constituem parte do custeio da máquina administrativa municipal. Em janeiro de 2017, a Astec,  por intermédio de seu presidente, já havia publicado artigo no Jornal do Comércio, contrapondo a mesma alegação fantasiosa de que a Previdência dos Servidores Municipais era deficitária. Portanto, o discurso do déficit é apenas mais um subterfúgio da atual Administração da prefeitura tentando justificar sua política de desvalorização dos servidores e de desmonte dos serviços públicos prestados à população.

DIRETORIA ASTEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *