Home / BANNER / Astec mobiliza servidores da Saúde contra projetos do Executivo que ameaçam o serviço e os servidores públicos

Astec mobiliza servidores da Saúde contra projetos do Executivo que ameaçam o serviço e os servidores públicos

Servidores do HPS demonstraram contrariedade com os PLs do Executivo que propõem a destruição do serviço e da carreira dos servidores públicos | Fotos: Anna De Carli/CarliCom

A Astec, juntamente com a Associação dos Servidores do Hospital de Pronto Socorro e o Simpa, participou de reunião para mobilizar os funcionários do HPS no sentido de barrar a votação em regime de urgência dos projetos de lei (PLs) do Executivo. O encontro foi articulado pela Associação dos Servidores do HPS, que convidou o Simpa – representado pelo diretor-geral Alberto Terres –, a Astec – representada por seu presidente, eng. Sérgio Brum, e o diretor Administrativo, adm. Raul Giacobone –, e o Cores Saúde.

Na próxima quarta-feira, 06, a partir das 14h, o plenário da Câmara votará os pareceres da Comissão de Constituição e Justiça contrários à tramitação em regime de urgência dos projetos, solicitada pelo prefeito e acatada pela presidência do Legislativo. Dos 16 projetos apresentados em abril, sete dizem respeito aos servidores; a estes, somam-se outros três apresentados no ano passado, totalizando dez projetos em regime de urgência relativos à categoria.

 

CONVOCAÇÃO

A sessão de quarta-feira é essencial para a definição do ritmo de tramitação das matérias, motivo pelo qual a Astec, juntamente como o Simpa e demais associações, está convocando toda a categoria para estar em peso na Câmara, exigindo dos vereadores uma tramitação dentro da regularidade e que permita o debate aprofundado que o tema exige.

Confira o vídeo dos servidores do HPS:

Leia também:

CCJ aprova pareceres contrários à tramitação em urgência de seis projetos que atingem a categoria

 

ASTEC – Diretoria Executiva 2017/2018
RESPEITO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *