Desde o início de março, o GT Consignados, da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (SMPG), solicitou às associações de servidores o envio de uma série de documentos relativos a elas e aos convênios por elas mantidos. A Astec, assim como as demais entidades, atendeu todas as solicitações. Entretanto, baseado no Decreto 20211/18, o grupo de trabalho concluiu pela manutenção somente das consignações relativas às mensalidades das associações, indeferindo aquelas referentes a convênios de planos de saúde, seguros de vida e outros, os quais são oferecidos pelas entidades em benefício de seus associados, além de serem fonte de recursos das associações. As entidades apresentaram recurso que, mesmo tendo parecer favorável da PGM, foi indeferido pela SMPG. Também entraram em contato com o vice-prefeito, Gustavo Paim, que propôs que as associações apresentassem sugestão para alteração do decreto.
A Astec e demais associações estão no aguardo da resposta do governo. Caso persista a negativa de descontar em folha contribuições para planos de saúde e outros convênios, as associações irão buscar outras formas de receber esses valores, provavelmente com a emissão e envio de boletos bancários aos associados.
É importante ressaltar que pelo desconto em folha as associações pagam 2% do valor do desconto à Procempa, realizado por cerca de 8.000 associados – o que também irá significar a redução do aporte desses recursos naquela empresa.

ASTEC – DIRETORIA EXECUTIVA 2017/2018
RESPEITO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *